quinta-feira, 4 de fevereiro de 2021

2021, Bonne Année! «Adeus 2020! Bem-vindo 2021!»

Desafiadas a criarem postais alusivos à quadra, as turmas de Francês do AEOS corresponderam, expressando os tradicionais votos de saúde, paz, união, alegria, amor, amizade, esperança e prosperidade. Nestas mensagens, também se brindou  à educação,  à evolução,  à mudança, ao conhecimento, ao bom senso e à consciência, tão importantes para responder aos desafios que o novo ano nos coloca. Finalmente, numa viagem ao passado, mas com o futuro em mente, alguns alunos destacaram a divisa da República Francesa: «Liberté, Égalité, Fraternité» (Liberdade, Igualdade, Fraternidade), valores intemporais que urge preservar.

Para toda a comunidade educativa, votos de feliz 2021!

terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Novas medidas de confinamento (dia 18 de janeiro)

O Primeiro-Ministro, António Costa, anunciou esta segunda-feira medidas de confinamento mais restritivas, definidas em reunião extraordinária do Conselho de Ministros. Segundo o governante, as universidades séniores e os centros de dia e de convívio vão ficar encerradas no âmbito das novas medidas de confinamento. No final da reunião do Conselho de Ministros extraordinário realizada hoje para rever as restrições para controlar a pandemia, António Costa adiantou também que a proibição de circulação entre concelhos vai voltar a ser aplicada aos fins de semana no território continental. O Governo considerou ser necessário “clarificar normas que têm sido objeto de abuso e alargar o quadro de restrições”, devido ao nível de circulação da população verificado nos últimos dias. Adicionalmente, o Governo reajustou os horários dos estabelecimentos cuja atividade não está suspensa, determinando que podem funcionar até às 20.00 durante a semana e até às 13.00 ao fim de semana, exceto supermercados que podem funcionar até às 17.00. Considerando que houve “abusos” no cumprimento das medidas aprovadas no passado dia 13, o primeiro-ministro adiantou que as regras hoje delineadas “vão ser acompanhadas pelo reforço da fiscalização” por parte das autoridades e das forças de segurança, a quem foi dada indicação de maior visibilidade na via pública. No passado dia 13, o Conselho de Ministros aprovou novas medidas para controlar a pandemia de COVID-19, entre as quais o dever de recolhimento domiciliário e restrições à circulação da população, obrigatoriedade do teletrabalho e encerramento do comércio, com exceção dos estabelecimentos de bens e serviços essenciais. António Costa lembrou ainda as medidas de proteção da COVID-19, como ficar em casa, limitar os contactos ao agregado familiar, reduzir as deslocações ao essencial, usar máscara de proteção, manter o distanciamento físico, lavar as mãos e cumprir etiqueta respiratória.

O Ciclo das Mascaras

domingo, 13 de dezembro de 2020

Dia dos Direitos HUMANOS

 

A Árvore dos Direitos Humanos

O Dia dos Direitos Humanos é assinalado pela comunidade internacional a 10 de dezembro, para comemorar a data da adoção, em 1948, da Declaração Universal dos Direitos Humanos, por parte da Assembleia das Nações Unidas.

O tema do Dia dos Direitos Humanos de 2020 -  Recuperar-se - Defender os Direitos Humanos – alerta para a necessidade de se respeitar os Direitos Humanos durante todo o processo de recuperação, no contexto da pandemia COVID-19, através da criação de  oportunidades iguais para todos, de forma a combater as desigualdades criadas.

O dia 10 de dezembro é, pois, uma oportunidade para reafirmar a importância dos Direitos Humanos na reconstrução do mundo em que vivemos.

É neste sentido que o nosso agrupamento se associa a esta celebração, construindo a Árvore dos Direitos Humanos, na escola sede, inspirada no trabalho artístico do ativista brasileiro Otávio Roth.

Cada um de nós é convidado a expressar a sua intenção de construir e promover um mundo mais solidário, colocando, nesta árvore, uma folha personalizada com uma mensagem e/ou ilustração.

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Em tempo de pandemia

 A pandemia que assolou o mundo inteiro afetou seriamente as nossas vidas e obrigou-nos, a todos, a mudar hábitos de convivência social, levou ao encerramento das escolas e… todos tivemos de dar asas à nossa imaginação para não perdermos o contacto com os mais próximos, com a escola e com o mundo.

 



O confinamento que teve início em março deste ano gerou nos nossos alunos sentimentos que, até então, nunca tinham experimentado como a saudade, a angústia da privação da liberdade, a falta dos amigos e até de familiares, a estranheza de não poder tocar, abraçar... e gerou conflitos internos.

Retomadas que estão, ainda que a medo, algumas das nossas rotinas, soltar essas angústias pode contribuir para que os alunos retomem as suas vidas com tranquilidade e, tendo em conta que as bibliotecas escolares desempenham um papel importante nas escolas, não somente através dos livros mas também das atividades que nelas se desenvolvem, a Equipa da Biblioteca Escolar da Regedoura comemora esta efeméride de 2020 com a “construção” de um livro “escrito” por todos os alunos, desde a Educação pré-escolar ao 4.º ano, em que, das mais variadas formas, as crianças e os seus educadores/professores demonstram emoções experimentadas em tempo de confinamento.

As crianças da Educação pré-escolar construíram a capa, a contracapa e as guardas e os alunos do 1.º ciclo ocuparam-se do restante.

O produto final é este maravilhoso trabalho “Livro aberto em tempos fechados” que contará a quem o quiser folhear as nossas histórias, as nossas emoções e o nosso trabalho.

Não há confinamento que consiga encurralar a imaginação das crianças. Elas continuam a ser um livro aberto mesmo em tempos fechados.

Veja a qui o LIVRO ABERTO

2021, Bonne Année! «Adeus 2020! Bem-vindo 2021!»

Desafiadas a criarem postais alusivos à quadra, as turmas de Francês do AEOS corresponderam, expressando os tradicionais votos de saúde, paz...