quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Sugestão de leitura

http://www.diadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/400-2.pdf

No link agora sugerido pode encontrar um trabalho da autoria de Luís Marcus Lepienski e Kátia Pinho sobre a utilização de meios informáticos no ensino da Biologia e Ciências.



Nele se pode ler:  . A internet, mesmo simbolizando um novo paradigma educacional, onde o professor não é mais o detentor absoluto da informação, seguiu inicialmente por um caminho de reforço do modelo tradicional: consultas feitas por uma parcela de educandos, de textos ou informações avulsas, fora de contexto – muitas vezes de fonte desconhecida – seguido de transcrição pura e simples para o papel, acompanhada ou não da impressão de uma imagem...

 e mais à frente...

 Aulas práticas são excelentes para o contacto direto com material biológico e fenómenos naturais, devem incentivar o envolvimento, a participação e o trabalho em equipa. Isto será possível no momento que uma experiência bem planeada seja investigativa e tenha relação com o contexto de vida do aluno. Evita-se também a armadilha de achar que as aulas devem ser extremamente atrativas e coloridas. Na verdade o envolvimento, o interesse e a participação virão pelos “significados” que o tema possa gerar nos educandos e não pelo espetáculo que proporcionam.

Sem comentários:

Para treinar e sonhar...