quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Novos amigos

Editora: Relógio d'água
Trad: Maria Gabriela Llansol
Título: As flores do mal
Autor: Charles Baudelaire

La sottise, l'erreur, le péché, la lésine,
Occupent nos esprits et travaillent nos corps
Et nous alimentons nos aimables remors,
Comme les mendiants nourrissent leur vermine.

(...)





Título: Poesia
Autora: Luiza Neto Jorge
Editora: Assírio & Alvim

Posso estar aqui
eu posso estar aqui perfeitamente pobre
um círio me acendi espora aguda
o vento ritmo assassinou-o

posso estar aqui
- o musgo é lento como a sombra -
e sei de cor a voz cega das canções
(viola de silêncio acorda-me)

que eu possa estar aqui perfeitamente pedra
insone
e um longo segredo impessoal
bordando a minha solidão.




Título: 50 poemas
Autor: Tomas Transtromer
Editora : Relógio d'agua

As recordações olham para mim

Uma manhã de junho, quando ainda é cedo para acordar
mas demasiado tarde para voltar a pegar no sono.

Embrenho-me pelo arvoredo repleto de recordações
e elas seguam-me com os seus olhares.

Autênticos camaleões, elas não se mostram,
diluem-se literalmente no cenário.

E embora o gorjeio dos pássaros seja ensurdecedor,
estão tão perto de mim que ouço como respiram





Título: Poesia reunida
Autor: Vasco Graça Moura
Editora: Quetzal

silenciosamente aproximo-me do poema
circundo-o duma palavra      faço nela
uma incisão deliberada

e exponho a ferida ao ar sem protegê-la
para que infecte e frutifique

de resina    ainda com gosto a papel húmido
o poema cresce  ramifica-se
comovidamente do cerne para a casca
                                   
inteiro  liso  adstringente  sinuoso

mas todo o poema é perfeitamente impuro.

Sem comentários:

Igualdade de Género 5B - 2018