quarta-feira, 27 de abril de 2016

A Biblioteca recomenda - Maio

Portugal: os Números
de Maria João Valente Rosa e Paulo Chitas
Editora- Fundação Francisco Manuel dos Santos


Os números não têm opinião. Os números não mentem. Os números não tem partido político. Os números falam por si.
Da leitura deste pequeno livro podemos perceber melhor a evolução do nosso país.
Basta a leitura dos títulos dos capítulos para perceber. Ora vejam:

Portugal na barreira dos dez milhões
Mães menos jovens e com menos filhos
Vitória sobre a morte precoce
Com mais tempo de vida e mais envelhecidos
Cada vez mais dependentes da imigração para crescer
Mais investimento na educação, saúde e proteção social
Escola para todos
Educação e revolução feminina
Na rota da excelência
Mais próximos dos livros e dos espaços de cultura
Medicalização da sociedade
Universalização dos direitos sociais
Proteger os cidadãos face ao não-trabalho
Funcionários públicos - um caso à parte
Emprego- mulheres ainda diferentes
Mais profissionais da justiça e espaços de decisão
Uma sociedade menos pacífica ou mais vigilante?
As famílias clássicas aumentam e encolhem
Menos casamentos, mais divórcios
Melhores habitações, mais consumo
Atividades de diversão e de informação massificam-se

Eis alguns dados interessantes:

Número de filhos por mulher:
1960 -3,2
2008- 1,4

Taxa de mortalidade infantil:
1960 - 77,5 por mil
2008 - 3,3 por mil !!

Esperança de vida
1960: Homens - 60,7 Mulheres - 66,4
2008 : Homens - 75,5 Mulheres - 81,7

População com mais de 15 anos SEM ESCOLARIDADE:

1960 - 65,6%
2008 - 9,2%

Mulheres com ensino superior:

1960 - 0,4%
2001 - 8,7%

Doutoramentos:

1960 - 61
2008 - 1496

NÚMERO DE LIVROS NAS BIBLIOTECAS

1860 - 5,4 milhões
2003 - 32,2 milhões

O livro fornece muitos outros valores interessantes. Cabe a cada um tirar conclusões... Depois podem dizer :"Antes é que era bom!"

Sem comentários:

André Fernandes visita o AEOS