quarta-feira, 28 de abril de 2010

Que a memória não se apague












"Apoteose" chamou António Borges Correia ao documentário em que coloca ex furriéis milicianos a falarem sobre as suas vidas depois da guerra que foram obrigados a fazer.
A partir dessa leitura decidiu fazer este excelente documentário onde fica bem patente a mudança, a angústia e o desespero que uma guerra sem sentido, são-no quase todas, gera em quem nela participa.

Susana de Sousa Dias mostra neste outro documentário um pouco de um Portugal e de uns portugueses que foram obrigados a viver durante anos encarcerados porque queriam ser livres. Só que um dia a paciência esgotou.


Sem comentários:

André Fernandes visita o AEOS